Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul – CRF/RS

Uma campanha para não colocar a saúde em jogo.

/ contexto

A automedicação é um hábito comum para 80% dos brasileiros.

E muitas dessas pessoas não sabem que estão colocando a saúde em risco ao fazerem isso sem o acompanhamento de um profissional.

É para alertar a sociedade que existe o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, celebrado no dia 5 de maio.

/ desafio

Criar algo para mostrar os perigos da automedicação e valorizar o papel do farmacêutico frente a isso tudo.

/ ideia

Na criatividade, conseguimos a conscientização.

Ao se automedicarem ou adquirirem medicamentos sem prescrição, as pessoas estão deixando a saúde a cargo da sorte.

/ solução

Meios online e offline ligados e surpreendendo.

A solução foi dividir a ação em três etapas diferentes, todas integradas sob o mesmo conceito: “A saúde não é um jogo”.

/ etapa 1

Influenciadores: Recebidinhos da semana.

50 influenciadores digitais do Rio Grande do Sul receberam um kit com um novo medicamento, a Focosina, indicado para quem precisa ter mais foco e energia para as tarefas do dia a dia.

/ etapa 2

caça-níquel: A saúde não pode ser questão de sorte.

Um caça-níquel foi instalado em parques e praças de Porto Alegre para a população jogar e ganhar um kit saúde.

A reviravolta estava no fato de que o resultado era sempre o mesmo: derrota e a imagem de três caveiras.

Ao final do jogo, um farmacêutico explicava que quem usa medicamentos sem prescrição ou acompanhamento profissional, deixa a saúde a cargo da sorte. E sempre perde.